{lang: 'en-US'}

sábado, 29 de agosto de 2020

Resenha: Live In Madrid (2020) - Bloodhunter

Por mais que muitos headbangers tenham tomado ciência do nome Bloodhunter só com a confirmação do nome de Diva Satânica como nova vocalista da Nervosa, o fato é que a banda é estabilizada no metal europeu e possuem uma discografia bem interessante com dois full um auto intitulado lançado em 2014 e o meu favorito até o momento "The End of Fatih"de 2017.

O som que eles apresentam pode ser classificada como Death Metal Melódico porém ao contrario de muitos nomes desse gênero o Bloodhunter tem uma agressividade muito maior e quando você pensa que eles vão para o Death Metal puro e simples, eles encaixam uma melodia que ficara marcada para ti por muito tempo. 



Então a melhor porta de entrada para se conhecer a banda é no seu live, que foi lançado esse ano Live in Madrid tem apenas seis faixas mas comprova o que Dani Arcos e Guillermo Starless nas guitarras, Daniel Luces no baixo, Marcelo Aires na bateria e Diva Satânica nos vocais são extremamente competentes nas suas funções, provando aquilo que todo headbanger sabe bem, que é em cima dos palcos que é libertado os demônios internos e a energia se propaga para todos que podem vivenciar essa possessão coletiva, e meus amigos ouvindo esse trabalho como eu queria esta lá. 

Uma intro baseada em uma melodia vocal ate te engana do que está por vir mas ai "All These Souls Shall Serve... Forever!" abre caminho para a destruição faixa presente no segundo trabalho da banda. "The Queen Beast" prova que Diva satânica é uma das melhores vocalistas da atualidade a forma como ela consegue ir dos vocais mais guturais para os gritados é impressionante

"Dying sun" representa o primeiro álbum enquanto "Ezequiel 25, 17" é uma faixa instrumental que é simplesmente mortal de tão veloz. Diva volta e apresenta "Possessed by Myself "e a simples menção dela já desperta no publico uma reação positiva e esse seria o som para quem não conhece o trabalho da Bloodhunter, e para finalizar vem "Bring Me Horror" altamente técnica encerrando a apresentação deixando aquele cenário de terra devastada.

Duas contestação ao final da audição, Diva Satânica é uma vocalista incrível e vai mandar muito bem na nova fase do Nervosa , e Bloodhunter é um dos maiores nomes da forte cena de metal extremo Espanhol.



  Tracklist

1.  All These Souls Shall Serve... Forever!
2.The Queen Beast
3.Dying Sun
4.Ezequiel 25, 17
5.Possessed by Myself 
6.Bring Me Horror


Formação 
Diva Satânica- Vocais 
Dani Arcos - guitarras
Guillermo Starless  guitarras 
Daniel Luces -baixo 
Marcelo Aires - bateria 


Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas