Notas Extremas # 47


Hail Headbangers, vamos começar a semana atualizando nossos leitores do que ocorre na cena do Metal Nacional- confira nossas Notas Extremas edição 47.

 Imperious Malevolence : Confira trechos da apresentação da banda no ‘Genocide Fest III’

Recentemente, o quarteto paranaense IMPERIOUS MALEVOLENCE esteve presente em importantes apresentações, que estão servindo de suporte na divulgação do atual álbum “Decades Of Death”.
Um destes shows, aconteceu no Jokers Club, em Curitiba/PR, no último dia 06/04/2019, onde a banda esteve ao lado de Divulsor, Ethel Hunter e Rebaelliun, no ‘Genocide Fest III’.
As faixas “Where Demons Dwell” e “Ascending Holocaust” foram registradas e divulgadas em seu canal oficial do YouTube, mostrando todo o entrosamento desta nova fase do grupo, e que esta formação está mais brutal do que nunca, assista:

Imperious Malevolence - Where Demons Dwell (Live Jokers):


Imperious Malevolence - Ascending Holocaust (Live Jokers)

















2) Endust lança videoclipe de “Someone To Blame”
A banda Endust acaba de divulgar videoclipe inédito da faixa “Someone To Blame”, após lançamento do álbum “All Ends In Dust” em todas as plataformas digitais. O CD físico está à venda na Die Hard e também com os músicos pelas redes sociais.

O Endust é formado por Leandro Caçoilo (vocal), Glauco Rezende (guitarra e baixo) e Fernando Arouche (bateria). A banda carrega influências de Thrash Metal misturado com Metal Progressivo de maneira bastante criativa.


 Orthostat:  Igor Thomaz é o novo baterista

Os catarinenses do ORTHOSTAT acabam de divulgar sua mais nova formação. Trata-se do ingresso do baterista Igor Thomaz (Offal, Face do Horror), experiente músico da cidade de Rio Negrinho/SC. O anúcio oficial da entrada do Igor no Orthostat aconteceu no fim de semana do dia 11, já no primeiro show com a banda no ‘NeHell Festival 2’. "A entrada do Igor foi uma surpresa muito bem recebida para vários amigos e fãs da banda que não sabiam da novidade até o dia da apresentação." - Comenta o guitarrista e vocalista David Lago. A foto abaixo foi capturada nos primeiros momentos deste show, confira:


Com isso, o grupo se estabiliza para seguir na divulgação do debut álbum, “Monolith Of Time”, e também seguir nas composições com David Lago (vocal e guitarra), Rudolph Hille (guitarra), Eduardo Arbigaus (baixo) e Igor Thomaz (bateria).

4) Surra lançando novo álbum : Escorrendo pelo ralo, o novo trabalho da banda Santista está em todas as redes, e vale muito ouvir pois ele tá incrível, resenha essa semana no site
Spotify: https://spoti.fi/2W4S59G
Deezer: http://bit.ly/2JkXC5Z
Apple Music: https://apple.co/2w1jSZS
YouTube: http://bit.ly/2VoJx9h
Bandcamp: http://bit.ly/30kaeQk


Volkmort lança novo álbum: um dos nomes mais influentes do Doom Metal do Sul do país, lançou recentemente "BATTLE DESOLATION" esse trabalho marca 15 anos de dedicação total ao obscuro Metal negro em breve resenha no site

Threesome muda nome e passa a se chamar Freesome
Originalmente formada em 2012 em Campinas/SP como Threesome, a agora chamada Freesome é um quarteto de música autoral formado por Juh Leidl (vocal), Fred Leidl (guitarra/vocal), Bob Rocha (baixo) e Henrique Matos (bateria).

A vocalista Juh Leidl explica os motivos da mudança:

“A Threesome começou com três integrantes, que evoluíram para seis, mas mantinham à frente dos vocais um tipo de intercâmbio entre três vozes. Por vezes músicas individuais, ás vezes duetos ou coros. Num primeiro momento o nome e o sentido de Threesome acolhia as expectativas do que buscávamos. Um som que passeava em vários estilos entre o blues, rock, hard, indie, o jazz, acid... Uma verdadeira “zona” sem a preocupação do rótulo, também sem a necessidade de encontrar apenas uma voz que representasse a sonoridade da banda, e sim um conjunto. Os temas, não sempre, mas em parte, traziam essa áurea da liberdade, e claro que sexo entraria nessa lista de conteúdos uma vez que era um ponto de observação comum. Em pleno 2012/2013 percebíamos o preconceito, o questionamento sobre liberdades dos indivíduos, principalmente quanto a sexualidade, modelos de relacionamento... Então o campo era mais que fértil para as ideias e o nome perfeito.

Os anos se passaram, a formação mudou, ficamos em dois vocalistas, ainda que num intercâmbio, e ao todo quatro músicos. A banda foi criando cada vez mais personalidade e mais elementos de cada integrante foram sendo colocados nas composições. O núcleo criativo não eram mais os três que fundaram a banda, mas a banda em si. Nesse processo todo, as características e sonoridade mudaram, ficamos mais pesados, ficamos mais dinâmicos, e ficamos ainda mais LIVRES (FREE). Se de início existia alguma resistência a soar pesado demais, ou ter elementos demais ou ainda limitar a criação pensando exclusivamente na execução em palco, hoje nos LIBERTAMOS! É fato que existe a preocupação com a qualidade do show mas temos uma liberdade total em termos criativos dentro do núcleo banda, estamos mais conscientes do que somos em termos musicais, e desde o primeiro EP para um novo que lançaremos, a busca por registrar ao máximo essa percepção tem sido incessante.

A mistura de estilos que muitas vezes a mídia musical chamava de hard rock com grunge, blues e toda a salada que ainda fazemos, agora com elementos psicodélicos, aparece mais clara e alguns podem dizer que a banda está mais Stoner, mas podemos garantir que estamos mais Free do que nunca, sem a preocupação com o rótulo, mas com a certeza de uma personalidade que nasceu e se formou pela mistura de tudo que ouvimos ao longo de nossas vidas e hoje aparecem claramente em nossa sonoridade.

Continuamos LIVRES para compor letras sobre qualquer assunto, incluindo, por que não, sexo! Mas sem ter a obrigação de ser apenas a banda com “conteúdos sacanas”. E dentro desse entendimento como banda desta nova fase, decidimos que o passo que faltava era mudar o nome. Ele seria a consagração da visão atual. A palavra FREE estava ali, na cara!
FREESOME também não deixa de ter sua conotação ao sexo livre e casual, aos relacionamentos livres, e ficou óbvio para todos que nosso novo nome e que ilustra esse novo momento só poderia ser FREESOME.

Entendemos que mais do que tudo queremos fazer arte, e que somos FREE para pensar e nos expressar sem medo de rótulos, e sem limites.” 


 Sun Diamond: preparando EP com músicas acústicas

Donos de grande versatilidade, os músicos da SUN DIAMOND estão prestes a mostrar um pouco mais dela. A banda prepara para lançar um EP acústico.
O trabalho está em fase de finalização e contará com quatro versões acústicas de faixas do CD ‘Sun Diamond’, de 2017, são elas:

Go To The Yard
Detached
To Call Home
Frozen Bones

“Desde a origem da banda, lá em 2014, a Sun Diamond realiza apresentações acústicas e nós desejamos explicitar mais ainda esse nosso lado ao desenvolver esse EP.” – comenta o grupo.


 O selo Songs For Satan anuncia o lançamento de novo álbum do ícone do black metal nacional, a horda brasiliense Vultos Vocíferos.

O selo Songs For Satan acaba de anunciar o lançamento do novo álbum de um dos maiores ícones do black metal nacional, a horda brasiliense Vultos Vocíferos, que é detentora de uma sonoridade caótica e letras calcadas no tradicional e satânico black metal. Sob o título de “Aeterno Rex Infernus”, o lançamento marca a comemoração de vinte anos de estrada e muitas batalhas travadas em prol da bandeira do metal negro nacional. Formada por Malleficarum (Vocal), Ball (Guitarra), Crematorium (Baixo) e Mictlantecutli (Bateria), neste novo trabalho a banda promete destilar toda sua ira e ódio para com toda a forma de submissão e amarras humanas, e uma sonoridade brutal, extrema e caótica.

O disco “Aeterno Rex Infernus” será disponibilizado no formato CD digitalpack de luxo, composto por oito faixas, sendo todas inéditas e o lançamento está previsto para meados do mês de junho do corrente ano (2019). Aos interessados em adquirir o material na pré-venda, o mesmo custará apenas R$ 25 mais envio. Adquira sua cópia: www.songsforsatan.com/product/pre-venda-vultos-vociferos-aeterno-rex-infernus/
 



←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas