Mundo Underground # 10


Hail Headbangers, na nossa coluna Mundo Underground Aproveitamos para divulgar um pouco de bandas ao longo do Mundo, todas elas sempre extremas e com muita qualidade.

1) Nami (Andorra) Do pequeno país europeu vem essa pancadaria, o nome pode ate ser simples mas não se engane o Nami executa um Death Metal com elementos progressivos, seu primeiro trabalho foi lançado em 2011 Fragile Alignments com alguns momentos que remetem a Soilwork e In Flames das antigas, no segundo trabalho The Eternal Light of the Unconscious Mind existe mais a presença de vocais limpos o que pode afastar alguns fãs mas vale a pena ouvir principalmente para fãs de Prostest  the Hero e Trivium : Roger Andreu - Vocal,  Filipe Baldaia - Guitarras Vocal, Sampling
Ricard Tolosa - Baixo, Sergi "Bobby" Verdeguer - bateria e  Vocal



2) Social Shit (Argentina) sempre falamos aqui no Underground Extremo que os headbangers brasileiros devem olhar com mais carinho para o Metal feito na América do Sul, e tratando se de Grindcore o Social Shit é uma lendária banda argentina, formada no ano de 1999, Grind podrera em Espanhol recomendamos os trabalhos:  Chaotic Grind Fucking Devastation  e LSD  Sexxxperience 


3)Black Mass Legacy: (Bolívia)  Resgatando essa que foi uma das banda pioneiras do Metal na Bolívia, o Black Mass, hoje essa nova encarnação conta com  Martín Jung - Guitarra e vocal,  Luís García - GuitarraSantiago Gómez - Baixo,  Milton Morales – Bateria e para mostrar que entendem muito de Metal lançaram em 2018 o trabalho No fear. 


4) Christian Epidemic: (Hungria) Banda da Hungria formada no ano de 1996, lançou a sua primeira demo, e começou a ser presença garantida em grandes festivais Europeus. Em 2000 é lançado o seu debut ’Isteni Orgia’que traduzido seria algo como Orgia Divina, em 2002 o segundo trabalho Eltörölt világ, a banda canta em língua nativa do país o que da um clima mais original para a produção., seu trabalho mais recente é Sírba szánt teremtés de 2015 . Se você é órfão de sonoridades mais extremas do Dimmu Borgir, ouça essa horda pois não vai se arrepender. 


5) Troollfest: (Noruega) Percebe se pelo nome que estamos falando de uma banda de Folk Metal, formada em 2003 na capital da Noruega , a banda vai na linha do Folk mais festivo e com odes ao álcool e todo o tipo de bebedeira se esse tipo de som faz a tua cabeça tem grandes chances de curtir trabalhos como: Willkommen Folk tell Drekka Fest! e Helluva, a banda esse ano vai lançar um trabalho inédito Norwegian Fairytales


6) Voracious Infection: Vem do Peru essa recomendação de uma baita banda de Brutal Death Metal
Renzo Ozner Guitarra, Wilder Anderson Baixo, Pit Slam (Bateria) Jensin Porras (vocals) lançaram a sua demo em 2013, já mostrando um trabalho bem técnico e em 2018 saiu Endless , vocais cavernosos para fãs de Cerebral Bore, fica essa dica



 


←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas