Mundo Underground # 05

Hail Headbangers, sempre quando temos a coluna Mundo Underground, indicamos 05 bandas de várias partes do Mundo que mantem a chama do Underground viva:

1) Catasexual Urge Motivation (Jap) Começando com esses dementes japoneses que em sua sonoridade conseguem misturar Death Metal, Grind Core, Grind Gore, Industrial, Doom, um duo formado por Tom Blood e Cyber EM, a banda formou se na capital Tóquio em 1992, no ano de 2004 fizeram uma pausa e mudaram o nome para Vampiric Motives porém foi em 2008 que retomaram o nome atual, sua discografia é enorme com participação em muitos splits e o seu full foi lançado em 2006 The Encyclopedia of Serial Murders 


2) Macabre Repugnance: (Mex) Banda de Brutal Death Metal formada no ano de 2009, sendo que seu lançamento até agora foi um EP Death Behind of You com apenas três faixas o trabalho chama atenção pela podreira que emanja das faixas com destaque para: Manual to Kill Your Family e Walk with the Death


3) Speed Thrasher(Par) Com esse nome nem precisa perguntar o estilo da banda, porém o que mais me chamou a atenção foi o fato que eles conseguem transitar entre o melhor de dois mundos, pois se algumas vezes impossível não lembrar de sonoridades mais modernas em outros momentos temos o mais puro Thrash Metal oitentista, recomendado demais para fãs de Exodus, Violator e Municpal Wasted.


4) Adrenal Asphyxia (EUA) Formada em 2014, com uma sonoridade que transita entre o Death com doses generosas de groove, sendo que essa sonoridade pode agradar boa parte do publico dos dois estilos pois está tudo muito bem nivelado seu mais recente trabalho é o seu álbum de estreia Gorgonized 


5) Grusterror(Fra) Vem da frança essa banda que faz um som Grind Crust com letras de temática do Black Metal sendo que essa formula pode parecer confusa mas uma audição atenta no trabalho Medieval Torture for Traders nos confirma que estamos diante de uma grande revelação do Underground Francês.



←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas