{lang: 'en-US'}

sexta-feira, 30 de março de 2018

Resenha #41: "Ainda Somos Culpados" - Surra

Até quando?

Sem dúvida alguma, o Surra foi uma das maiores revelações do nosso 'underground'. Méritos de tal sucesso, se deve a três elementos, o talento dos músicos, afinal de contas Leeo Mesquita (vocal/guitarra), Guilherme Elias (baixo/vocal) e Victor Miranda (bateria), já estão na cena à algum tempo, vale lembrar que o trio fazia parte do Texas Like a Muder, some a isso um carisma por parte dos três e uma visão social muito forte, com letras que tocam o dedo na ferida sem se importar se vai ter detratores, na verdade a ideia é causar mesmo e nos levar a pensar, quem é o nosso verdadeiro inimigo. 

Depois de "Tamo na Merda" (2016),  ficava o questionamento de como a banda poderia superar tal estréia e expandir o seu 'Thrashpunk' Antifascista e a resposta veio (até um pouco antes do que eles esperavam – saiba mais na entrevista em vídeo em breve no ar), com o EP "Ainda Somos Culpados", uma continuação direta do EP anterior "Somos Todos Culpados", tanto é que a capa dos dois trabalhos foi feita por Jansen Baracho e cabe dizer, que trabalho sensacional . 

Quatro músicas em pouco mais de sete minutos, tempo o bastante para a audição te deixar atordoado e ao mesmo tempo te levar a refletir sobre todo o cenário social/político que estamos vivendo, sendo que a pior atitude, com certeza, seria se calar . 

Um 'riff' distorcido inicia  Parabéns aos Envolvidos, faixa  já conhecida por ter sido lançada em um 'single' com uma capa muito expressiva, mostrando um enorme pato de borracha com uma suástica nos olhos, então, a música deixa bem claro o que a banda pensa desses manifestantes de Facebook, que sem dúvida bateram suas panelas e devem estar orgulhosos de suas ações até hoje. 





Sua Vez tem uma bateria acelerada e uma letra gritada por Leeo, que mostra o que a banda pensa a respeito do capitalismo, vale dizer que tal EP, lançado em vinil, tem o lado A - Foice e o lado B - Martelo, preciso dizer mais alguma coisa? 

Arquitetos da Desgraça é um tapa na cara da burguesia e traz nos vocais os reforços de Caio Augusttus e Estevam Romera (Desalmado), além de Nata de Lima (Manger Cadavre?). Essa parceria além de musical é ideológica e vai calar a boca de muita gente que assume o discurso que Metal e política não deveriam se misturar. 

A última faixa, o Peso da Responsabilidade, apresenta um elemento novo muito interessante que é um momento em que o Surra pisa no freio, ou seja, o ritmo dá uma segurada e mostra a musicalidade da banda, procurando assim novas idéias, me chamou muito atenção ao vivo (cobertura do show de Jaraguá do Sul em breve aqui no blog). 




Como é a função de todo bom EP, "Ainda somos culpados" eleva o 'hype' para um novo trabalho do Surra. Para quem já conhece a banda, tenha certeza que sua admiração só vai aumentar, para quem não conhece, está perdendo tempo, ah... e para quem não curte a proposta da banda e suas ideologias pode ir pra casa tomar leite com pêra. 

TRACKLIST:
1) Parabéns Aos Envolvidos
2) Sua Vez
3) Arquitetos da Desgraça
4) O Peso da Responsabilidade



FORMAÇÃO:

Leeo Mesquita - vocal e guitarra;
Guilherme Elias - baixo e vocal;
Victor Miranda - bateria.

Convidados (vocal de apoio na faixa 3):
Caio Augusttus
Estevam Romera 
Nata de Lima



Revisado por Carina Langa.

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas