Surra : Ainda Somos Culpados, Até quando ?


Sem dúvida alguma o Surra foi uma das maiores revelações do nosso underground, méritos de tal sucesso se deve a três elementos, o talento dos músicos afinal de contas Leeo Mesquita (vocal/guitarra), Guilherme Elias (baixo/vocal) e Victor Miranda (bateria) já estão na cena a algum tempo , vale lembrar que o trio fazia parte do Texas Like a Muder , some a isso um carisma por parte dos trio e uma visão social muito forte com letras que tocam o dedo na ferida sem se importar se vai ter detratores na verdade a ideia e causar mesmo e levar a pensar, quem é o nosso verdadeiro inimigo?

Depois de Tamo na Merda(2016) ficava o questionamento  de como a banda poderia superar tal estréia e expandir o seu Thrashpunk Antifascista e a resposta veio ( ate um pouco antes do que eles esperavam – saiba mais na entrevista em vídeo em breve no ar) com o EP Ainda Somos Culpados uma continuação direta do EP anterior: Somos Todos Culpados, tanto é que a capa dos dois trabalhos foi feita por Jansen Baracho e cabe dizer que trabalho sensacional .

Quatro músicas em pouco mais de sete minutos, tempo o bastante para a audição te deixar atordoado ao mesmo tempo  te leva a refletir, em todo o cenário social político que estamos vivendo sendo que a pior atitude com certeza seria se calar .

Um riff distorcido inicia  "Parabéns aos Envolvidos" faixa  já conhecida por ter sido lançada em um single com a capa muito expressiva com um enorme pato de borracha com uma suástica nos olhos, então a música deixa bem claro o que a banda pensa desses manifestantes de facebook que sem dúvida bateram suas panelas e devem estar orgulhosos de suas ações ate hoje . 



"Sua Vez" tem uma bateria acelerada e uma letra gritada por Leo que mostra o que a banda pensa a respeito do capitalismo , vale dizer que tal EP lançando em vinil tem o lado foice e o lado b martelo precisa dizer mais alguma coisa?

"Arquitetos da Desgraça" é um tapa na cara da burguesia e traz nos vocais os reforços de Caio Augusttus e Estevam Romera (Desalmado), além de Nata de Lima (Manger Cadavre?), essa parceria é além de musical é ideológica e vai calar a boca de muita gente que assume o discurso que Metal e politica não deveriam se misturar.

A última faixa o Peso da Responsabilidade apresenta um elemento novo muito interessante , que é um momento em que o surra pisa no freio ou seja o ritmo da uma segurada e mostra a musicalidade da banda procurando assim novas idéias me chamou muito atenção ao vivo (Cobertura do show de Jaraguá do Sul em breve aqui no blog ) 



Como é a função de todo bom EP Ainda somos culpados eleva o hype para um novo trabalho do Surra, para quem já conhece a banda tenha certeza que sua admiração só vai aumentar, para quem não conhece, esta perdendo tempo ah e para quem não curte a proposta da banda e suas ideologias pode ir pra casa tomar leite com pêra.


Integrantes:
Leeo Mesquita (vocal/guitarra)
Guilherme Elias (baixo/vocal)
Victor Miranda (bateria)

Músicos Convidados:
Caio Augusttus (vocal de apoio na faixa 3)
Estevam Romera (vocal de apoio na faixa 3)
Nata de Lima (vocal de apoio na faixa 3)

Faixas:
1. Parabéns Aos Envolvidos
2. Sua Vez
3. Arquitetos da Desgraça
4. O Peso da Responsabilidade


←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas