Resenha #31: "Tamo Na Merda" (2016) - Surra

Retratando nossa miséria

O 'Hardcore/Thrash' brasileiro é sem dúvida uma das cenas mais prolíficas do cenário mundial e é fácil identificar os motivos para isso, basta uma lida nos jornais ou manchetes da TV para perceber que o título desse primeiro CD completo do Surra é sintomático pois realmente "Tamo na Merda"!


Aqui vai um recado, se você é daqueles que acha que metal e ideologia não se misturam passe longe desse trabalho aqui, porque desde a capa até o último grito, tudo que temos aqui é dedo na ferida e um grande foda-se para nossos políticos atuais e para os moralistas de plantão, som pra colar na grade, mas com a ideologia que você respeita.


'Power' trio com uma velocidade empolgante, 'riffs' (sim isso mesmo) e muito esporro em faixas como Não Escolha, Peso Morto (que me lembrou outro grande nome da nossa cena o DFC) e a faixa título, uma metralhadora de verdades em menos de um minuto.

"Acabou a esperança é daqui pra pior!" é essa a mensagem ao longo de todo o trabalho, então tome 7 a 1, Nasce, Cresce, Morre e Some, Gratidão, enfim, as treze faixas além de empolgar nos fazem despertar a raiva e buscar mudanças. Objetivo alcançado, Surra é foda!

TRACKLIST:
1) Não Escolha
2) Peso Morto
3) Embalado Pra Vender
4) Tamo na Merda
5) Errado e o Certo
6) Daqui pra Pior
7) 7 a 1
8) Tô Fora Dessa Merda
9) Nasce, Cresce, Morre e Some
10) Faz o Fácil
11) Gratidão
12) Aceitar é o Caralho
13) Não Tem Boi

FORMAÇÃO
Leeo Mesquita - vocal e guitarra;
Guilherme Elias - baixo e vocal;
Victor Miranda - bateria.


Contato
Emailsurrahardcore@gmail.com
Sitehttps://www.surrahc.com.br

Revisado por Carina Langa.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...