Resenha #08: "Shadows Of Violence" - Disgrace and Terror

Quem tem uma banda no Brasil a mais de  12 anos, sabe muito bem que não é fácil se manter na cena, ainda mais quando estamos nos referindo a um  grupo que seja ativo da prática do metal mais agressivo e que está longe do eixo  RJ/ SP.
Então, todo e qualquer tributo tem que ser pago a esses guerreiros e por isso, essa resenha se refere a  banda Disgrace and Terror e a análise foi feita de seu 'debut' "Shadows Of Violence", lançado em 2002.


Os paraenses iriam ao longo da carreira encorpar elementos mais 'Death' Metal à sua sonoridade, mas o que você ouve nesse  trabalho é atemporal, sendo que o mesmo irá fazer a alegria de quem gostar de bangear sem parar e sem pensar.

A banda na época, era composta por Alan Rod na guitarra, Rot no vocal, Adyr Rot na bateria e Rômulo Machado no baixo. Eles tiveram a manha de gravar  12  pancadarias com as influências de bandas da Bay Area, só que com uma agressividade que só o metal nacional sabe fazer.

Infelizmente esse 'debut' não tem o reconhecimento que merece, pois não tem como ouvir sons do naipe de  The Sensation Is Dead, Infection, Terrorism e The War,  sem querer erguer sua 'Air guitar', e vale dizer, que solos amigos!


Sabe aquela troca de vocais que muitas bandas hoje em dia adotam? Pois bem, vale dizer que os músicos do DAT foram uns dos pioneiros na utilização dessa técnica, e tal artifício foi usado brilhantemente ao longo do play. Fechando tudo, temos a  instrumental And War Again, de título sintomático, porque a guerra está longe de acabar.


Revisado por Carina Langa.
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...