{lang: 'en-US'}

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Dissecando Coletâneas # 12 THE IGUANA'S ATTÄCK VOL​.​2

A coletânea The Iguana’s Attäck  é um grito de resistência do rock feito no Nordeste. Região que sempre foi marcada por lutas. O compilado foi produzido pela Gagau Prods, do Piauí, com bandas que vão do punk/hardcore, passando pelo metal e chegando ao post metal. Vamos Estar dissecando o volume 02 que é o mais recente mas já estamos preparando para fazer o mesmo como o Vol.1


1 AçoiteDuquetreze/ Reze bem-   Death Metal em português com uma levada bem suja e agressiva , eu particularmente curto muito mais Death Metal assim do que aqueles super polidos, por isso já virei fã do açoite que é do Maranhão 

2) Flagrvm: Estuprador/Morte ao Padre - O Flagrvm è atualmente uma das banda que eu mais escuto  o seu Ep o Homem do talho é uma aula de Death Metal Grind com letras super românticas e bateria brutal vocal idem aqui você confere dois sons ente eles meu favorito morte ao padre. 

3) Mortos: Decay of God/ Preface - Aqui temos trabalho de veteranos desde 2002 o power trio Mortos vem entregando para os Deathbangers um trabalho de eximia qualidade um detalhe que me chamou muito a atenção é o fato da letra de Decay of god ser inspirada na obra do filosofo Nietzsche.

4)Bonebeast: Face of Fascism/ From the ashes to the chaos -  Um vocal cavernoso e uma sonoridade cheia de Punch e Grooove imagina se o Pantera não tivesse um babaca no vocal  seria mais ou menos assim, a banda do Maranhão esta de parabéns pela sua proposta e som, não conhecia mas já virei fã, a segunda música tem uma pegada de Sepultura atual que ficou muito boa também.

5) Desterro: Futuro Usurpado/ Rota da diversão-  Thrash Metal em português é sempre um destaque isso porque além de facilitar o entendimento da mensagem, prova também que a nossa língua pode sim ser bem agressiva, a banda formou se em 2007 e depois de mudanças de formação e passar um tempo inativa retomaram agora confira a demo  Futuro usurpado.


6) Arkax: War for Blood: não achei muitas informações dessa banda, mas eu curti pra caralho um Death Metal rápido e letal menos de um minuto e meio, é tempo para dar um soco bem dado no estomago 

7) Sacred Erazor:  Projeto novo formado em 2019 contando com Deivid nos vocais, baixo e guitarras, o som remete ao Thrash Metal com influências do Black, tudo muito oitentista por isso que eu gostei tanto. 

8) Máquina de Ferro: A estrada dos mortos vivos /Santa Morte: Saca aquelas bandas que você ouve e tem cheiro de álcool e te da vontade de entrar em um bar fuleiro e puxar briga pois é o maquina de ferrro e bem assim e pensar que tem gente que paga pau pra matanza......

9) Disformes: Antiga ordem do caos/Disforme - Quarteto de metal morte em português vindo do Piauí, como já falei aqui nesse mesmo texto quando a banda opta pelos lados mais old school do estilo e quando eu mais curto então nem preciso dizer que o Disformes é uma baita indicação 

10) Infestação parasita: Super mario doom / Indianos: Grindcore, extremamente barulhento rápido e totalmente indecifrável, ou seja tudo aquilo que a gente espera do estilo.


 
11) Diagnose: cidade objeto/corpos que não aguentam mais: Uma verdadeira instituição do crust brasileiro, estando desde 1996 na cena a banda teve uma pausa e voltou agora em 2018 então tenham medo pois eles estão com sangue nos olhos como nunca 

12 Dead Enemy: Fight /take me out of this aplicattion Banda de crossover são simplesmente maravilhosas, essa pegada que veio do DRI é fantástica e achou um terreno muito forte no Brasil vide o Surra como exemplo, e se é fã da banda procure o Dead Enemy 

13) Faixa de gaza: Partidário do inimigo/ Homem Bomba:  Na página deles está descrito que eles são hardcore crust contra tudo que é contra a gente e  eu não poderia dar definição melhor  

14) Lixorganico : Hardcore independente e violento como tem que ser essa faixa está presente no trabalho vida ameaçada que marca o retorno das atividades e com uma capa que tem muito a dizer. 

15) Pessimista: Todo Asco do Mundo / Verme - Se a gente somar as duas faixas não chegamos a um minuto, por isso mesmo que o grupo se refere como anti musical um crust só para iniciados, bem o som que eu curto 

16) DeuszebuCarcere/ senhor do fim-   Blackned grind Brasileiro um dos nomes mais representativos do estilo fico de cara quem curte metal  extremo e nunca sacou o som desses caras, pague essa divida agora. 


17) Peixe Frito: Jumentossauro rex/ Playboy de merda: Com um som som punk hardcore com direito aqueles coros feitos pra cantar com pulso erguido, a segunda faixa e bem punk garagem muito bom. 

18) Valvulosa: Desencaixada / Deus Cansado Nessa mesma linha Punk o Valvulosa vem com um som que poderia muito bem tocar nas radios ditas mais rock Desencaixada tem  backing vocals bem encaixados, já Deus Cansado tem uma letra ótima. 

19) Torment the Skies: Rock Hills/ Grave ov Fire  Death Metal retornando e nada melhor do que uma banda que venha do Rio Grande do Norte e que impressiona pela forma como conseguem aliar peso e algumas doses de melodia em breve o trabalho Impure terá sua resenha aqui.

20)Desordem central: A luta/ Insegurança  grande banda que eu não conhecia mas já separei aqui com um dos nomes para ficar de olho, a velocidade do som e a consciência social são louváveis 

21) Tosi: ilha das flores/  rei de império Nenhum  O punk fundido com o thrashcore do Tosi é um convite ao bate cabeça o vocal canta com raiva  de quem esta lhe dando um belo esporro. 

22) Venomous Breath: the beauty suffering / Empty life  - Metal morte da velha escola com algumas passagens que podem remeter ao doom mas logo descambam para a velocidade  desnorteante  como você ouve no segundo som um dos mais violentos da coletânea

23) Incessante: Controle absoluto/ Museu do Holocausto  Uma banda de hardcore que me lembrou em alguns momentos o Wrost, com algumas influências de New Metal 

24) Metal Comando: Nihill/ Heavy Metal  Ataque Heavy Metal , aqui não tem espaço para modismo só o simples e bruto metal como o nome ja entrega, essa banda da paraíba é fantástica. 

25) Revoltos constantes: Não vai sobreviver/ pelas nossas mãos - Punk hardcore formado por músicos ativos da cena que tem passagens pro bandas como: A.E.P. e Nardonis , lançaram o EP Ratos políticos o som aqui remete aos primórdios do punk hardcore nacional indicado para fãs de colera pro exemplo.

26) Arquivo morto: nas trevas/ servidão - Power violence é um estilo que curto bastante o Arquivo morto  vai nessa referência passando também pelo Crust e o grind criando assim uma sonoridade que eles batizaram de powertosco. 

27) De cujos: Infectados / Vassilis Zaitzev Punk, com elementos do hardcore vindo diretamente de Recife, essa banda formou se  em 2008 e além dos dois sons que você encontra aqui na coletânea indico também o seu mais recente single lobos em pele de cordeiro. 

28) Exsim: dias melhores não virão/ Morto  Obviamente em um trabalho como esse o Exsim não poderia ficar de fora uma grande banda de power violence que nessas duas faixas mostram todo o seu potencial destrutivo eles lançaram um álbum esse ano e em breve terá resenha aqui 

29)  Lei do Kaoz: A cor do Racismo/ Jogo dos ratosThrash, hardocre daquele tipo de banda que você só não agita se estiver morto, a m´sucia a cor do racismo possui uma letra direta e reflexiva...vale conferir.  
 
30) Vomitose: parabéns pra você - melhor capa do ano, retrato da nossa miséria, um verdadeiro soco na cara do moralismo , simples assim 

31) Bitter Blend Live pra ser / Mais uma dose -   Rock direto som perfeito para beber todas como a faixxa mais uma dose nos direciona bem, o  Bitter Blend é de Maceió capital do Alagoas, e formou se no ano de 2014. 

33) Morcegos: Ritz and Violence/ The Book of Fameless names  Morcegos dispensa apresentações  eles são uma banda secular no que tange o metal extremo, maior que sua discografia só o talento e o amor que eles tem pelo som undrergound.

34) My Opposition: Ultrapasse as barreiras/ Revidar 
Formada no ano de 2014  a banda usa como fonte de composição as mazelas sociais que nos afetam tanto em tempos cada vez mais difíceis para a sociedade, a banda tem uma sonoridade que flerta com o o metal o que fez ela se destacar bastante no meu gosto. 

35)The Doses: O importante é ter Birita/ A saga de um cachaceiro  Uma banda que diz tocamos o melhor que o álccol pode oferecer, já merece nosso respeito, a faixa o importante é ter birita nomeia o ep e é uma sonzeira imagina um matanza sem ser chato pois é the doses é isso ai 

36) 2crazy: kill the false power/You Lose   com uma sonoridade que remete ao rock californiano e bem radiofônico, quero dar um destaque para a faixa kill the flase power com seu clipe em animação bem legal

37) Betrayed the face: Lethrargic Desire/ Sound of an Echo formada no ano de 2009 o som da banda consegue ir do Death Metal para o Metalcore e o deathcore, super recomendo para fãs de Job for a Cowboy, em breve vamos resenhas aqui "
Reflexion of a Decay

38) Iconoclastia: Torpe Ganancia  Nos entregar jamais Banda Sergipana que apresenta um street punk com influência do hardcore, e com um diferencial que é o fato de passarem mensagens mais positivas na sua sonoridade.  

39) VHC : Maldito porco escroto: 
Banda de Punk rock hardcore, feminina  que lançaram seu primeiro EP em 2014  condutas, lutando contra todos os estereótipos o VHC manda seu recado como na faixa aqui presente que é bem direta 


40) Edose Caminho do Perigo / Macacos espaciais:  Quem sonzeira meus amigos não conhecia a banda mas me fisgou nessese sons é uma pegada heavy thrash em português lembra alguns momentos o Baranga, não deixe de conferir o trabalho fuga. 

41) Veuliah: Lost by Time / Mystical Reason  Uma das grandes bandas do nosso underground, sempre achei o Veluiah a frente do seu tempo, formada no ano de 1996, eles tem a proposta de mesclar o death metal com harmonias  seu álbum de estreia 
Deep Visions of Unreality é indispensável para quem quer entender o Underground Nacional. 
 



42) Crematorium: A serpente do Gênese Banda que tem orgulho de afirmar que são da velha escola e isso é bem perceptível ao voce ouvir o seu trabalho demo Holy Inquisition’, tanto é que seu trabalho posterior é batizado como death metal, mais direto impossível

43) Suffocation of Soul: Urban Cancer / Life Invader 
Banda já conhecida dos nosso leitores e  teve trabalho resenhado aqui no site  confere: ai: http://www.undergroundextremo.com/2018/05/suffocation-of-soul-lealdade-ao.html

44) Social Freak: Disease/ Dont pay Attention on Us:  Banda de vitória da Conquista que tem uma influencia de rock clássico e grunge não sou um profundo conhecedor dessas sonoridades mas gostei bastante do que ouvi. 

43) Electric Posion:  Running like a beast/ You Better Hide -  Para fechar a coletânea uma das banda que mais venho ouvindo por esses tempos, eles intitulam Brazilian Heavy Metal e a pegada é essa mesmo você ouve  e já é contagiado pela pegada do som. 





Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas