Resenha: O Primeiro Evangelho do 7 Peles (2019) - 7 Peles


Irmãos uni-vos a celebração da decadência do nazareno, desde a sua apresentação no Maniacs Metal Meeting o 7 Peles provou  para esse redator ser uma banda diferenciada pois eles não  tem um show e sim um verdadeiro culto.

Formada no ano de 2016 e possuindo toda uma aura de miticismo e luciferianismo nas suas composições o que fizeram ter a honra de dividir o palco com o lendário Mayhem, entre outras conquistas, e coroando todos essa vitoriosa jornada no caminho da mão esquerda eles lançaram,  O Primeiro Evangelho do 7 Peles sete pelo seu primeiro full que foi antecedido por três singles.



Um  destaque inicial desse registro é a arte gráfica com um cuidado de acabamento artístico que deixa no chinelo muitas hordas por ai  e faz com que você ao manusear o aterfato já tenha ciência que esta perante uma obra profana.

Uma intro Flammas Eius Lucifer. já inicia o culto dando espaço para Heylel, um som que poderia estar muito  bem em opus  obscuros da década de noventa na escandinava, pois é fiel aquela escola só que com um tom maior de malicia que só Metal Negro nacional é capaz de propor.

Prova disso vem nas faixas posteriores, consegue imaginar algo mais blasfemo do que homenagear Qayin que na mitologia cristã matou seu irmão, pois bem as heresias continuam em Abbadon, Har Meggido e a Lei do 7 um hino que coloca em cheque toda a conduta da moral cristã que assola o país a tempos.


Fiel  a si mesmo e ao pensamento da liberdade o 7 Peles apresenta uma lirismo riquíssimo e uma sonoridade atraente , estejam convertidos.

Track list

1- Heylel
2- Qayin
3- Yehudhah Ish Qeryoth
4- Abbadon
5- Har Meggido
6- Ecce Homo
7- A Lei do 7



←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...