Resenha: "The Revolution Continues" - Red Razor

Acredito muito que o caos é um grande influenciador de vários trabalhos artísticos de forma geral. Na história encontramos diversas obras que só surgiram em meio ao caos que os artistas se encontravam. Início desta forma, para apresentar a vocês o álbum "The Revolution Continues" da banda Red Razor, que surgiu dentro do caos da política brasileira. Para quem gosta de seguir aquela idéia de que "música e política não se misturam" aconselho dar uma analisada nas letras dessa banda e parar um pouco pra refletir. 

Não conhece o som? Da um 'play' aí, enquanto da uma lida nessa singela resenha, que tive o prazer de fazer!


O álbum foi lançado no dia 16/08/2019 e tem recebido elogios por toda parte do Brasil e do mundo. O disco traz a estréia de Daniel Rosick nas guitarras, substituindo Felipe Ferreira.

Possuindo oito faixas, o 'play' é iniciado pela música The Revolution Continues que traz uma pegada divertida e rápida, com uma letra que critica grandes corporações, incentivando o apoio a empresas locais e sustentáveis.

Seguindo com For Those About to Thrash que faz uma homenagem ao 'Thrash' Metal. A música Violent Times pega bem na veia do principal problema que enfrentamos no país, que é a miséria e a pobreza, é uma música rápida e agressiva tanto na sonoridade quanto na letra. Seguimos com Born in South America que é incrivelmente bem feita e com uma letra didática que conta a história da nossa colonização, inclusive o Harley (nosso redator chefe), já utilizou a letra dessa música em suas aulas!

RIP Democracy retrata bem o que aconteceu nas últimas eleições, uma música que faz você sentir o ódio e a revolta no sangue, por tudo que fizeram com a nossa frágil democracia. Sour Power sai da linha das críticas contra a política brasileira e apresenta uma letra divertida sobre gostos pessoais, sobre cervejas artesanais, os 'riffs' nessa música são muito bem elaborados e tem uma pegada diferente. Brewtal Mosh exalta os 'shows underground', onde nos divertimos e esquecemos um pouco da rotina de trabalho diário. The Sadist finaliza o álbum contando a história do "Vampiro de Düsseldorf", um 'serial killer' que viveu entre o final do século XIX e o início do século XX.


É um álbum com muito conteúdo e perfeito para ouvir tomando uma cerveja artesanal!

Track List:
1. The Revolution Continues 
2. For Those About to Thrash 
3. Violent Times 
4. Born in South America 
5. RIP Democracy 
6. Sour Power 
7. Brewtal Mosh 
8. The Sadist

Red Razor – "The Revolution Continues"
Data de Lançamento: 16/08/2019
Selos: Independente, em cooperação com seis distros: (Under Machine Records, Helena Discos, Resistência Underground, Escória Distro, Antichrist Hooligans Distro e Tales From the Pit).




Sigam a banda nas redes sociais e acompanhem o trabalho:
Bandcamp: http://redrazor.bandcamp.com/
Facebook: https://www.facebook.com/RedRazorThrashMetal
Instagram: https://www.instagram.com/redrazorthrashmetal/
Spotify: https://play.spotify.com/artist/5unXbCLWuUcsnAnz4ecKbg
Deezer: https://www.deezer.com/br/artist/8667420

Revisado por Carina Langa.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...