Playlist de uma Semana Extrema # 02


Hail Headbangers, acompanhe agora nossa segunda Playlist e uma Semana Extrema para quem não conhece esse nosso quadro, nós tecemos pequenas resenhas e comentários de álbum que nossos colaboradores ouviram ao longo da semana , entretanto aqui nosso foco são trabalhos de bandas estrangeiras, uma forma de falar um pouco do que ocorre no mainstream mundo afora:

1) Slipknot : We Are Not Your Kind”, na adolescência foi uma das bandas que mais ouvi mas com tempo fui deixando de lado e não estava no hype para ouvir esse material, mas mesmo assim fui e não , não é mais emu tipo de som , mas tem muitos méritos, mas longe de ser tão pesado quanto o Iowa, com uma formação nova, novas mascaras e tudo aquilo que os fãs adoram, mas resumidamente tem muito de Stone Sour nesse álbum claro o Corey canta pra caralho mas o excesso de vocal limpo não me agrada Unsainted” “Nero Forte”.Critical Darling” e Solway Firth são as melhores, para fãs um álbum imperdível para que não curte muito acho difícil esse trabalho fazer você mudar de ideia.


2) Immolation - Unholy Cult: O  Immolation nunca decepciona, e merecia muito mais destaque do que recebe, nunca abrindo mão do extremismo eles sabem se manter fiel a aquilo que se propõem a fazer esse é o seu quinto trabalho e esta frente a grandes nomes da discografia como Dawn Of Possession e Failure For Gods, os vocais de Ross Dolan, são imponentes ouça as agressões em forma de musica que atendem pelos nomes de: Of Martyrs and Men e A Kingdom Divided


3) Death-  Sound of Perseverance: Quem me conhece sabe ...eu amo Death, é disparado uma das minhas bandas do coração e em 1998 foi lançado esse trabalho uma despedida inesperada e que até hoje não superada, e difícil não ouvir esse trabalho e pensar o que perdemos pois as musicas aqui são todas perfeitas, e quando digo todas..sim são todas mesmo: Scavenger of Human Sorrow”, Story to Tell”, a pegada mega técnica de Flesh and the Power It Holds” “A Moment of Clarity” e The Sound of Perseverance” e poucos covers superam a original e arrisco me dizer que Painkiller na versão do Death supera a original, podem reclamar mas e verdade. 


4) Raise Hell: Wicked is My Name: ta ai uma banda que não é muto conhecida, esse trabalho é o segundo deles e veio menso rápido que o seu antecessor Not Dead yet talvez por isso perderam um pouco de ponto comigo mas se curte uma pegada Death /Thrash ou vice versa ouça Raise Hell sons como: Nightwatcher, "Hellborn" e Destiny Deceiver,ah que capinha bosta né kkkk 


5) Pyrexia - Unholy Requiem da louvável cena da década de 90 o Pyrexia formou se em Nova York, menos de meia hora espalhado em oito musicas, é simplesmente um sai da frente, como o brutal death metal tem que ser, mas tanto tempo de estrada serve para a banda saber colocar um pouco de melodia nesse massacre como nos sons: Angels of Gomorrah, e 'Blood to Ash, para quem busca sons mais modernos no Death recomendo.


6) King Diamond: Song of the dead live - Puta que pariu que álbum lindo, eu não curto trabalhos ao vivo mas isso aqui é covardia, o rei diamante ta cantando como sempre, assustador hipnotizante completam o time Andy LaRocque (guitarra), Mike Wead (guitarra), Pontus Egberg (baixo) e Matt Thompson (bateria) não sei o que dizer além de perfeito Melissa" e "Come to the Sabbath , Abigail, compre nem que tenha que vender sua alma pra isso.


←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas