Alkanza: Codificando o caos


Pense rápido e responda qual foi o terceiro álbum do Sepultura? Beneath the Remains , e do Iron Maiden? The Number of The Beast deu para sentir o peso que este numero tem na discografia de uma banda? Pois sabendo disso a Alkanza vem se preparando para marcar de vez seu nome na cena Nacional, então para saciar a curiosidade dos bangers que acompanham a banda, eles liberaram a capa e o título desse trabalho sendo que uma música que estará no trabalho também será disponibilizada no canal da banda.

Aqui no Underground extremo você confere em primeira mão a capa de Caos Codificado.



Para saber mais detalhes do vindouro trabalho tivemos uma rápido bate papo como Vocalista/Baixista da Alkanza Thiago Bonazza

1) Caos Codificado é o terceiro lançamento da Alkanza depois da boa receptividade de Colonizado pelo sistema, e o céu da boca do inferno , o que vocês almejam alcançar com esse terceiro lançamento?
R: Evolução, isso que buscamos, evoluir e dar ao público o nosso melhor sempre. Em questão de mercado, é logico que queremos crescer na cena ainda mais, ter o trabalho reconhecido, agenda com o máximo de shows possíveis, tocar novamente em outros estados, essas coisas que é normal de banda que se empenha e da o sangue.
Não vamos ser hipócritas, toda banda sonha em ser grande, pelo menos as que levam a parada a sério, e nós queremos e trabalhamos muito pra isso, quem acompanha a banda sabe.

2) Mantendo a tradição da banda, essa capa é muito expressiva, poderia comentar quem fez a mesma, e como foi o processo para chegar no conceito, e esse conceito estará presente no álbum?

R: A capa quem fez foi o nosso guitarrista, o Renato Lopes Vieira. Deixamos tudo em “casa” dessa vez, nos tínhamos um conceito de capa e estávamos vendo alguém que fosse fazer esse trampo, e de repente ele falou que ia fazer e nós iriamos decidir, e para nossa surpresa o cara sabe dos paranauê. Kkkkk.
Começamos a pensar na capa já com algumas musicas prontas, então sabíamos o rumo a seguir, sempre fizemos tudo sabendo nosso direcionamento, e como de costume não temos titulo com nome de música, existe uma ligação entre as musicas, apesar de terem muitas vezes letras e assuntos distintos, mas a capa espelha bem isso que falamos, a luta para sermos conscientes, a padronização do ser, o que você olha para capa ela tem detalhes igual a todas, tem suas mensagens.

3) Sobre a produção e gravação o que podem nos adiantar do álbum, e alguma previsão de lançamento

R: Gravamos no Orland estúdio, o cara é foda, cara a sintonia foi coisa de outro mundo, o cara abraçou de verdade o álbum, vocês ouvirão kkkkkkk. O álbum a meu ver mostra o momento da banda, acho ele mais brutal, gravamos em meio a turbulências pessoais e na banda em relação a bateristas e tals, mas nossa resiliência transformo esses perrengues em musicas mais cruéis e ríspidas em letras , guitarras e tudo que segue o álbum.
O lançamento deve ocorrer mês de Fevereiro. Isso mesmo, já já a galera poderá conferir. Vai sair nas plataformas primeiro, após isso vamos lançar ele físico, isso mesmo, pela primeira vez vamos fazer um álbum físico mas com tiragem limitada, então fiquem ligados para ouvir nas plataformas e se curtir terá o cd físico cara a galera

4) Hail, estamos ansiosos para ouvir o trabalho e temos a certeza que vira algo com muita qualidade e peso, e já de antemão, queremos agradecer ao apoio que a Alkanza sempre deu ao Underground Extremo, para nós é uma honra e sempre estaremos a disposição para ajudar no que precisarem. Gostariam de deixar algum recado para os nossos leitores?

R: Muito obrigado! Só quero agradecer, agradecer a todos que nos apoiam, que estão nos dando força para seguir na luta, que sempre estão propagando nosso nome, quero dizer que nossa gratidão a vocês é enorme e eterna. Estamos aqui por vocês!
Obrigado mais uma vez pelo espaço, e parabéns pelo trabalho que vocês fazem, por mais que as vezes não seja valorizado como merece muitas vezes, vocês são uma artéria fundamental para o metal no Brasil. Vida longa Underground Extremo e a todas as mídias do nosso país.

JUNTOS ATÉ O ÚLTIMO MOSH!

←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas