Alkanza: ouvimos as novas músicas está saindo da jaula um monstro



O Underground extremo na figura desse que vos escreve foi convidado para fazer a audição prévia do que será o segundo álbum da banda catarinense Alkanza, no estúdio Califórnia 85 Studio na cidade de Tubarão, Além disso tivemos um bate papo com a banda e temos muitas novidades acompanhe:




A nova formação: em primeiro lugar é possível dizer que a Alkanza atingiu sua melhor formação passando novamente para um quarteto sendo Thiago Bonazza(Vocais e Guitarras) Gustavo Jamarini (Baixo), Ramon Scheper (Bateria) e André Guterro(Guitarras), é possível ver na banda agora um ambiente de companheirismo e virtuose,a cozinha rouba atenção em muitos momentos, e a dupla de guitarras e vocais de André e Thiago atingiram uma cumplicidade invejável, quando essa formação invadir os palcos será possível ver o verdadeiro significado do termo banda, e não apenas apanhado de músicos.

As Músicas : Para aquecer (Ainda mais Tubarão deve ser uma subsidiaria do Inferno) a banda mandou Psycho Terror, então estava na hora de ver o que os thrashers tinham preparado ,'' È só?” Mostra o som característico da Alkanza, sendo o segundo registro o que se espera é identidade e isso que a canção mostra uma sonoridade típica com vocais agressivos e limpos e uma levada bem trabalhada e brutal,

“Paciência” e “Em Coma” já tinha rolado nos shows e tem até vídeos no youtube e posso dizer que ao serem lançadas oficialmente já serão remetidas a clássicos recentes do som pesado, exagero ? de maneira alguma a primeira tem uma levada Hardcore nos vocais  onde é possível ver a raiva que André e Thiago transbordam nas letras.

Já ''Em Coma'' tem um vocal mais rasgado e uma linha de bateria que chama atenção ao longo da música um som muito bem trabalhado que nos remete alguns momentos como um mistura de thrash com metal mais tradicional e um breakdown que leva te ao mosh.

"Escolhas" vem com uma dose de feeling invejável é mais um som que você ouve e vai reconhecer de que banda se trata, e como sempre é frequente nas letras da Alkanza “Se Comovem Mas Não Se Movem", é um soco no estômago da sociedade cada vez mais podre que vivemos.


Signature:   Thiago estava usando o seu modelo de signature,criada em parceria com o Luthier  Will Ramos Nandi  uma guitarra muito bonita e com uma pegada excepcional de uma olhada no face  da banda e conheça detalhes dessa belíssima guitarra


Futuro: em uma breve conversa com a banda deu para perceber que os próximos planos são ambiciosos,em janeiro começa a gravação do novo cd além do lançamento físico do primeiro trabalho, e  um concurso para que os fãs criem a capa do novo trabalho.

Com sangue nos olhos e um desejo incontrolável de expandir suas sonoridade e sua raiva, Alkanza não para sorte nossa.



Resenha: Luiz Harley
Fotos: Luiz Harley


←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas