Resenha #05: “Core Of Disruption" - Lacerated And Carbonized

Tiroteios, morte de inocentes e chacinas são, sem dúvida, cenas que podem estar na realidade de qualquer grande cidade brasileira e serviram de inspiração para a banda carioca Lacerated and Carbonized colocar o dedo na ferida da cidade maravilhosa e mostrar que o metal da morte tem no seu DNA a crítica e a inconformidade, com vocês "The Core Of Disruption":


Como um 'headbanger' das antigas, gosto de pegar os 'bolachões', antigos LP's, e ficar admirado com a capa, sendo que, na era dos CD's e mp3 isso acabou se perdendo, mas isso é assunto para um outro momento, porém, introduzi essa reflexão aqui para dizer que, o LAC caprichou nesse quesito, sendo essa capa de autoria de Caio Mendonça, um arregaço. Sem dúvida, toda a temática do trabalho está representada aqui e você já sabe da brutalidade que te espera.

Então tome pancadaria. LAC é tudo aquilo que um 'Deathbanger' deseja, pois é rápida e brutal. Com a participação de Max Moraes mostran ainda mais 'felling' para a agressividade vigente. Falando em participação especial, não sei se a ideia era fazer um 'dream team' do Metal do RJ, mas o mesmo CD traz participações de Felipe Eregion da Unearthly na faixa título, além de Guilherme Sevens do Painside na The Candelaria Massacre, uma das melhores faixas do trabalho, e ainda Felipe Cheuhan do Confronto.


Divulgação/Lacerated and Carbonized
No campo da originalidade Call for Blood e Corrupt Foundations apresentam novos elementos na sonoridade da banda, uma veia mais melódica e com uso correto de percussão e violões, mas antes que os 'true from hell' critiquem, nada aqui está exagerado, a tempo de dizer o quanto toca esse baterista, Victor Mendonça é um monstro.

O toque de mestre vem dado por Andy Classen, que ao lado de Erik Rutan são dois gênios na produção de música extrema. Simplesmente um álbum marcante, não só para o 'Death' nacional, como o mundial. Na premissa de que algumas bandas caem para modernidade ou apenas rapidez sem limites, é consolador ouvir um trabalho de qualidade e com conteúdo tanto instrumental, quanto temático.

TRACK LIST:
1) L.A.C.
2) Third World Slavery
3) Awake The Thirst
4) O Ódio e o Caos
5) Unnatural Aggression
6) The Candelária Massacre
7) BloodDawn
8) Call For Blood
9) Final Enclosure
10) Corrupt Foundations
11) System Torn Apart


FORMAÇÃO:
Jonathan Cruz - vocalista;
Caio Mendonça - guitarrista;
Paulo Doc - contrabaixista;


Victor Mendonça - baterista.


Revisado por Carina Langa.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...