Cobertura de Evento #32: "Silent Empire e Norium" - Bravado Estúdio/Criciúma/SC (15/10/22)

    Após os longos anos de pestilência na pandemia, a cena de rock/metal volta aos poucos nas lúgubres e infernais terras de Criciúma/SC. Um dos sinais dessa volta é uma iniciativa do Estúdio Gazola, união dos antigos estúdios Gazola e Bravado de trazerem bandas para ensaios abertos nos sábados à tarde. Assim na quarta edição desse evento nós tivemos a apresentação das bandas Silent Empire e Norium.


    Assim após o Sol se pôr na chuvosa tarde de sábado, a banda de death metal Silent Empire se ergue no palco para arrebatar os presentes no Estúdio Gazola. Vale lembrar que este é o primeiro show após a pandemia na cidade conterrânea e também o primeiro no local com a sua nova formação: Ivan, que dispensa apresentações, nas guitarras e no vocal, Guilherme Silvano, que substitui Aline na guitarra, esta já veterana na banda que passa a ocupar o posto de baterista e Harley assumindo o posto de baixista.
    Começando pela já antiga Unique and Primordial, do álbum "Dethronement of All Icons" (2018), a banda mostra sua brutalidade e animação, expressa principalmente nos sorrisos do frontman, por estar de volta aos palcos de Criciúma.


    Em seguida eles nos mostram o chute na cara que são as novas músicas, In death I rest, Engulfed by the Shadows (na qual se destacam os rasgados becking vocals de Harley), Silence That Procedes Death, I Woud Kill A Thouse Times e Inverted Path. Dando uma pausa nas novas músicas, eles tocam a já clássica Hail The Legions, presente tanto no EP homônimo lançado em 2015 quanto no primeiro álbum já mencionado, que com a nova formação seu refrão contagiante ganha ainda mais energia.
    Por fim eles tornam a tocar as novas músicas, ou melhor, os novos possíveis clássicos, The Inner, Absurd Whitin Absurd, The Awakening of Dethronet e finalizando com Moutains of Knowledge.
    Foi muito bom ver como essa nova formação se encaixou, dando uma aula de death metal e de presença de palco, isso vale tanto para a construção das novas músicas quanto para a execução das antigas.
    Após nós nos recuperarmos do devastador death metal da Silent Empire é a vez da Norium entrar no palco. Esse quinteto, composto por Davi Martins (vocal), Felipe Nasck (guitarra), Luiz Dalanholli (guitarra), Diego Francisco (baixo) e Saimon Duarte (bateria), começa dando um show de Power metal com as músicas Time of Desolation, Dark Water e Mr. Clock, três lindos hinos para quem curte uma mescla de Power metal com metal tradicional.


    Em um segundo momento eles tiram o pé do acelerador e começam a tocar as músicas mais cadenciadas como Montains of Madness, Lion Hearted e Journey Through The Soul e ainda tocam a balada do show, The Prince of Love.
    Por fim, após tocarem Wasted Years (cover de Iron Maiden), eles tocam duas músicas rápidas e enérgicas, Shadowdancer e Capitan Rabbit. E pra fechar o show com chave de ouro, eles aproveitaram para gravar um vídeo clip de Eternal Cruzader, filmado pelo vídeomaker Rhamon Sorato.
    Enfim, é bom ver as atividades metálicas voltarem, mesmo que de forma lenta, em Criciúma, assim queria parabenizar tanto os organizadores do evento, quanto as bandas e ao público que mesmo em um monótono sábado chuvoso se fez presente.