Início

Resenha: Deep Memories - Rebuilding The Future


O Desdominus na minha opinião é uma das melhores e mais originais bandas brasileiras, e por isso que a qualidade do trabalho do Deep Memories não me surpreendeu pois o responsável pelo projeto é Douglas Martins que teve passagem pela banda de Americana SP. E quando digo responsável pelo projeto estou me referindo a todo ele,pois o multi instrumentista gravou todos os instrumentos além de ter produzido o seu primeiro full, e o resultado é que “Rebuilding The Future”,com as suas 8 faixas é sensacional .

Passeando por várias vertentes do Metal Extremo, sendo o Doom Metal o principal mas ao longo do trabalho percebemos influencias de Black, Death, Heavy, com isso Deep Memories consegue já atingir um nível artístico onde a musica é maior que qualquer rótulo. 


O álbum cria uma atmosfera densa fúnebre ao mesmo tempo muito bonita por ais antagônico que isso seja, os vocais são uma ótima exemplificação do que estou dizendo pois ao mesmo tempo que ele vai dos gritos tradicionais do Black/depressive para passagens mais limpas e atmosféricas.

Por tudo que foi afirmado aqui fica muito difícil apontar apenas algum destaque, pois o trabalho me passou a impressão de ser uma grande historia separada em capítulos, como a transição entre Suffocating Grayish Darkness e There Is No End.
Sabemos da dificuldade que seria uma apresentação ao vivo, mas a audição completa desse registro nos faz pensar o quanto seria grandioso tal evento, um trabalho recomendado não só apenas para fãs de música extrema mas sim para todos que curtem uma obra de qualidade e extrema relevância.




Formação:

- Douglas Martins – Todos Os Instrumentos

Rebuilding The Future track list:

01 – When The Time For My Last Breath

02 – Suffocating Grayish Darkness

03 – There Is No End

04 – Between Two Dimensions

05 – Looking At The Black Mirror

06 – The Bitter Taste Of Illusion

07 – Explicit Way To Relieve Pain

08 – Erased Directed Mindset