Resenha: "Faith Bathed In Blood" - Pesta

O Pesta é uma banda que demorei muito tempo para descobrir. Por isso essa resenha vem para prestar tributo a um dos trabalhos que mais venho ouvindo nesses últimos dias. É, na verdade, assustador que no seu segundo trabalho, "Faith Bathed In Blood" eles tenham atingindo tal maturidade provando que são uma das melhores bandas de 'Stoner'/'Doom' do Brasil.

Ficava a dúvida se isso era apenas uma boa estréia ou se o segundo trabalho seria uma evolução. E por sorte, podemos afirmar que sim! A banda evoluiu e amadureceu, ao apresentar uma pegada mais sombria nas letras e principalmente na parte musical. 


O trabalho se incia com Witche's Sabbath que pelo nome não nega suas influências. Com uma base que tem tudo para deixar o senhor Iommy orgulhoso de seus discípulos, além do vocal de Thiago Cruz totalmente vintage e sombrio,  vindo diretamente dos anos setenta.

Anthropophagic consegue ser ainda mais obscura, com destaque para a cozinha que mantém a pegada em uma constante muito legal. Hand of God é minha favorita, que levada! Arrasta quarteirão e que refrão meus amigos! Aqui já estávamos diante de um dos melhores discos do ano e só estou na terceira faixa.

A audição completa do trabalho nos revela algumas outras surpresas, como o belíssimo dedilhado de Blood Mists ou o lado mais 'doom' aflorado em sons como Moloch's Children e The Prayer.

Não poderia deixar de citar The Myth Of R'lyeh. Se você não conhece nenhum som do Pesta, comece logo por essa e será sintomático, que assim como eu, você se tornará fã da banda.

Uma produção limpa que ajuda a manter o timbre de todos os instrumentos e uma capa belíssima, credenciam o Pesta como um dos grandes nomes do Metal Underground brasileiro, confira! 


Faixas:

01 - Witche's Sabbath
02 - Anthropophagic
03 - Hand Of God
04 - Blood Mists
05 - Moloch's Children
06 - The Myth Of R'lyeh
07 - Thulsa Doom (instrumental)
08 - The Prayer

Formação:

Thiago Cruz (vocais);
Anderson Vaca (baixo, 'backing vocals');
Daniel Rocha (guitarra);
Marcos Resende (guitarra);
Flávio Freitas (bateria).

Revisado por Carina Langa.

←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas

Postagem em destaque

Underground Extremo: O Portal da Música Extrema

Hail Headbangers! Finalizamos 2019 como um ano muito significativo para todos nós do Underground Extremo . Em termo de números, chegamos a ...