Especial Overload Beer Fest parte 03: OverKill 06 álbuns imperdíveis


Overkilll é um dos nomes mais fortes do Metal no EUA, e sabendo que o país é marcado por modismo, fica claro que eles foram contra tudo e contra todos para manter uma carreira tão produtiva, por isso mesmo são responsáveis por clássicos do Thrash Metal Mundial, escolhemos 06 registros imperdíveis da banda mas sempre quando fazemos essa lista muita coisa boa fica de fora então comenta ai suas preferências, segue as nossas:


6) Necroshine [1999] Nessa fase o Overkill estava experimentando o Groove com uma influência direta do Pantera e o que estava rolando na cena, algumas experimentações não soam tão legais mas tudo se compensa por músicas como a faixa titulo, “Let Us Prey” e Black Line” esse foi o último registro com Joe Comaeu que saiu para ser vocalista do Annihilator. 




5) Feel the Fire [1985] A estreia do Overkill mostra bem a sonoridade do thrash americano pois você encontra doses cavalares de Heavy Metal, o vocal de Bobby “Blitz” soa estranho a primeira audição mas a medida que você se acostuma, a detalhes punk no trabalho e hinos como a faixa titulo e Overkill, “Hammerhead” e Rotten To The Core”



4) Ironbound (2010) aqui a disputa foi muito acirrada com Killbox 13, que também é um registro excelente mas por escolha pessoal fiquei com Ironbound e explico , o ano de lançamento foi 2010 e o metal não vivia um dos seus melhores anos por isso mesmo que ver o Overkill voltando a velha forma e chutando alguns traseiros foi lindo, não tem grooves nesse trabalho é puro Thrash Metal pesado direto uma porrada no queixo , mais uma vez a faixa titulo é destaque alem de Hello From the Gutter” e “Bring Me the Night”


3) Taking Over [1987] Agora a briga começa ficar feia, pois Taking Over é Thrash na sua essência arrisco a me dizer que D.D Verni esta possuído nesse trabalho dando uma aula de baixo, em muitas listas por ai Taking Over deve estar em primeiro merecidamente, se você curte Thrash Metal Taking Over é obrigação , destaque ? todas...



2) Horrorscope [1991] Overkill tinha perdido Bobby Gustafson um dos membros mais efetivos da banda mesmo não sendo um guitarrista sempre lembrando , mas ele era responsável por um grande peso da banda, tanto é que após ele saiu não foram chamado um mas sim dois guitarristas para a sua função Merrit Gant (ex-Faith or Fear) e Rob Cannavino. Tais mudanças fizeram esse ser um dos trabalhos mais técnicos da banda, pode observar isso em faixas como Coma, Thanx For Nothing” e “Blood Money”,para muitos o melhor trabalho do Overkilll mas na minha opinião ele perde por pouco para o nosso primeiro lugar. 


1)The Years Of Decay [1989] Com uma discografia que tem altos e baixos The Year of Decay é disparado um tapa na cara dos críticos, Terry Date conseguiu extrair o melhor da banda aqui tem Thrash Metal acima de tudo as com algumas pitadas de Groove e Heavy Metal tradicional Time To Kill com perdão do trocadilho é matadora, Elimination se encontra aqui uma das canções mais classicas da banda , I Hate é quase punk, “Skullcrusher”e “Who Tends The Fire abrem mão da velocidade sendo bem climáticas o ultimo registro com Bobby Gustafson que saiu após a turnê mas deixou um registro marcante não apenas para o Overkill mas sim para a cena extrema. 







←  Anterior Proxima  → Página inicial

Total de visualizações

Baphomet

Baphomet

As mais lidas